Perseverança  


Peso de hoje: 68,2... penso que está dando certo. Comi normalmente, e não viajei, nem fiz grandes comilanças no final de semana. A proposta das calorias inteligentes é bem bacana, pois eles contam menos pontos para as comidas que fazem bem. Estou gostando.
Escrito por martarizzi às 18h28 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Veja bem: dia 06/08/2007 - 66,6 Hoje: 69,2 = 2,6k a mais em 10 meses... são 260 gramas por mês... não parece tanto, mas meu joelho já está doendo. Potanto, mãos à obra e ladeira abaixo. Uma coisa quero deixar resgistrado: A vida toda achei que tinha excesso de peso por causa do meu marido, que come muito. Pois bem, separei-me dele, estou morando sózinha e continuo engordando. Daí, a conclusão: engordo por minha única e exclusiva responsabilidade. Hoje começo a dieta das calorias inteligentes, vou me empenhar. Para começar, publico uma foto ridícula, só para ficar com raiva.
Escrito por martarizzi às 16h14 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





18/07/2006 - Nem sabia que estava fazendo tt tempo assim.... Depois disto já tive outra decepção que me arrazou profundamente. Adicionei as notas no celular, para não esquecer. Quando digo que tenho propensão ao mau de alzaimer, ninguém acredita.

Levei uma dispensada homérica. Na hora eu percebi, mas pensei que o jogo fosse mais importante que minha compania. Depois, quando liguei de novo, apenas para complementar o assunto, o telefone ocupado, por mais de quarenta minutos denunciou tudo.

Não sei o que eu faço, pode ser apenas suposição tola. Afinal, um simples telefonema....mas às 23h ???!!!.... Bahhhh....

CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER VER.

enfim.......


Escrito por martarizzi às 16h49 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Oi, gentem... continuo por aqui. Semana passada fiz tudo direitinho, mas esta semana já comecei abrindo uma lata de creme de leite. Fiz um macarrão na segunda e ontem fiz uma carne com creme de leite. Hoje vou cozinhar o resto dos legumes que tenho na geladeira e farei um super saladão para comer com o restinho da carna. Enfim. Amanhã me pesarei, ok?? Estou me sentindo bem. Bjs
Escrito por martarizzi às 17h05 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Fiquei alguns dias sem postar. Estou no platô. Desanimada. Mas pelo menos não engordei.

Voltei com as caminhadas, inclusive noturnas. Detesto anotar o que eu como, mas já vi que não tem jeito.

Vou retomar as anotações também. Afffffffff.

Hoje tirei o atraso e postei várias reportagens interessantes. Para ler nos momentos de tentação.

bjks


Escrito por martarizzi às 11h10 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Interessante a matéria.

10 coisas que parecem inofensivas, mas que sabotam o nosso peso.

http://capricho.abril.uol.com.br/banheiro/conteudo_93279.shtml

Visitem.


Escrito por martarizzi às 11h07 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





22 dicas para você persistir na dieta
Mudando hábitos errados, você nunca mais vai desistir no meio do caminho
Que atire a primeira pedra quem nunca começou e parou várias dietas. "A persistência é, ao mesmo tempo, o segredo e o maior desafio de quem vive na luta contra os quilos a mais. Por isso, o acompanhamento profissional é tão importante. Ele dá aquele incentivo extra, que faz a diferença na hora de respirar fundo e continuar com o cardápio balanceado" , orienta Sonia Trecco, nutricionista-chefe do Serviço de Atendimento Ambulatorial do Hospital das Clínicas.
Alguns macetes, que podem até parecer bobos, também ajudam a controlar a boca. "Descansar os talheres entre uma garfada e outra e fazer um diário anotando tudo o que come diariamente são bastante úteis, principalmente nas fases mais críticas" , ensina a nutri (veja mais dicas abaixo).
Quando o ato de comer, no entanto, transforma-se num vício a melhor saída é buscar ajuda de um psicólogo  "As pessoas não engordam por acaso" , diz a psicanalista Andreneide Dantas, da Clínica Escuta Analítica. "É importante questionar quando você começou a engordar e por quê. Reparo que muitas mulheres engordam depois que têm filhos, por exemplo. Muitas vezes, isso acontece porque elas passam a assumir só o papel de mãe e se esquecem de que são mulheres".

Quando emagrecer vira um desejo real, e não um disfarce para alguma outra vontade a perda de peso é certa. Isso porque não vai existir sorvete com cobertura ou picanha na brasa que consiga derrotar o seu empenho contra a balança.

Um outro truque que ajuda a encontrar motivação naqueles momentos mais críticos é recorrer a um álbum de fotografias. "Assim que decidir fazer um regime, tire uma foto sua. E vá repetindo os cliques uma vez por mês, fica muito mais fácil notar a diferença e seguir adiante" , sugere a psicanalista.

Com ajuda dela e da nutricionista do Hospital das Clínicas, separamos uma série de dicas que vão ajudara você a respirar fundo e seguir adiante. Sem cara feia ou muxoxo.

1
Comece fazendo um diário de tudo o que come diariamente e avalie se tudo o que ingere é realmente necessário.

2
Pense se você não está comendo para preencher algum vazio existencial . Se achar que sim, procure uma maneira de solucionar o problema. "Banhá-lo" de chocolate ou caramelo só complica a sua situação.

3
Procure sua nutricionista a cada 20 dias, para que ela possa acompanhar o desenvolvimento da sua dieta. "Digo sempre que, no mínimo, 50% da dieta, o paciente tem que cumprir" , afirma Sonia Trecco.

4
Compre aquele aparelhinho chamado podômetro (que mede os passos) e coloque-o na cintura diariamente. O ideal é caminhar de 10 a 12 mil passos. Vale todas as possibilidades de se exercitar, como subir escadas ou parar o carro mais longe quando for ao trabalho.

5
Coloque na sua cabeça que caminhar todo dia um pouquinho vai fazer bem não só para a sua dieta, como para a sua saúde. Para quem está muito acima do peso, o ideal é começar devagar, caminhando cerca de 10 minutos por dia, aumentando gradativamente.

6
Toda vez que for comer, lembre-se de que você está fazendo uma degustação e, por isso, precisa mastigar devagar, sentindo o sabor dos alimentos. Entre uma garfada e outra, descanse os talheres.

7
Não coma no sofá ou em frente ao computador ou da tevê. Lugar de se comer é à mesa, onde você presta atenção nos alimentos e evita exageros.

8
Nunca coma com as mãos (por exemplo: salgadinhos, amendoim, bolacha etc) porque assim não é possível ter a noção certa de quanto está consumindo. Até fruta oriento para que seja picada e colocada num prato , orienta Sonia Trecco.
9
Lembre-se sempre de que não é possível dormir gordo e acordar magro. Você demorou meses e, às vezes, até anos para engordar. Também vai demorar um pouco para emagrecer. Mas nada de desanimar.

10
Não existe fórmula mágica. Mas pode reparar: fazendo tudo certinho, todos os dias você enxuga um pouquinho da barriga.
11
Aquela velha lição continua valendo: faça de quatro a cinco refeições diárias, intercalando com frutas.

12
Muita salada ajuda a enganar o estômago e comer menos nas refeições. Procure verduras e legumes que você goste e não sejam muito calóricos. Oriente-se pela cor dos alimentos, ou seja, quanto mais variado, melhor.

13
Faça como a atriz Carolina Ferraz: tome muita água durante o dia. Mas entre as refeições, e não durante. Os líquidos em excesso dificultam a digestão. Em excesso. Um copinho de refrigerante light, do seu suco favorito ou de água está liberado.

14
Se aparecer um programa que inclua pizza, não precisa sair correndo. Procure diminuir a quantidade. "Em vez de quatro pedaços, coma dois, e prefira as menos calóricas como de mussarela ou de verduras" , aconselha Sonia Trecco.

15
O mesmo vale para os doces. Se der aquela vontade desesperada de comer um quindim, não adianta substituir por uma maçã, porque a vontade vai permanecer. Então, o ideal é comer um pedaço bem pequeno do seu doce preferido. Porém, evite ter um estoque de doces em casa. Se der vontade, saia para comprar. Pode ser até que a preguiça seja maior que a vontade e aí você desista.

16
Não fique se achando a pior pessoa do mundo porque está sentindo fome no início da dieta. Dá fome mesmo. Então, use os truques acima para persistir.

17
Procure comer nos horários corretos para disciplinar o seu organismo e não sentir fome o dia todo.

18
Tenha sempre à mão alimentos como tomate, pepino, pedacinhos de queijo branco ou frutinhas picadas. Eles são ideais para enrolar a fome. Procure levar para o trabalho uma fruta, barra de cereais ou torradas.

19
Mesmo que esteja atrasada, não pule nunca o café da manhã nem as outras refeições.

20
Nunca entre em casa pela porta da cozinha. Ao chegar do trabalho, o melhor é ficar na sala, tomar um banho, relaxar e só então fazer a refeição.

21
Se é o seu primeiro regime, recorra às dicas da psicóloga. Colocar uma foto, em que você aparece gorda, na porta da geladeira é um estímulo poderoso.

22
Vá tentando diariamente experimentar aquela calça que você tanto gosta e não te serve. Pense que você logo, logo vai conseguir entrar nela.

O exemplo de Adriane Galisteu
Principalmente as pessoas que vivem do uso de sua imagem, se preocupam com o controle de peso. A apresentadora Adriane Galisteu é um dos maiores exemplos de força de vontade. Adepta da corrida, só se trai quando o assunto é chocolate. "Mas só me permito cair em tentação na Páscoa" , diz a loira. Quando a vontade é muito incontrolável, ela come um pedaço de bolo e depois reduz nas outras refeições e aumenta os quilometros na corrida.

Escrito por martarizzi às 11h03 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





a dieta emperrou?
Pois saiba que mesmo fazendo tudo direitinho, você pode estar cometendo deslizes que anulam o empenho de boa menina e atrapalham o seu regime. Mas esses vacilos estão com os dias contados. No livro 10 armadilhas que detonam a dieta de uma mulher (Ed. Gente), a nutricionista americana Elizabeth Somer aponta os erros clássicos que não devemos cometer. Veja só:
1. Comer sem pensar Os impulsos são inevitáveis. Então, antes de se deliciar, pare e pense se realmente é preciso.
2. As necessidades dos outros em primeiro lugar Isso a faz esquecer de que seu foco é “você mesma, o seu regime”. Estabeleça limites e siga regras viáveis.
3. Não ser honesta Só mesmo a consciência para nos salvar dessa. Ajuste os aspectos que frustram seus esforços para fi car bem e não mascare seu estilo de vida.
4. Recusar brócolis, devorar batatas fritas O único caminho é se render aos vegetais. Escolha os que combinam com seu paladar e inove no modo de preparo.
5. Começar uma dieta sem um plano Um novo programa requer um planejamento, anotações diárias, organização e uma estratégia realista. Trace metas e vá em frente.
6. Desculpas, desculpas, desculpas Esqueça as justifi cativas. A única maneira de fazer algo por nós é assumindo a responsabilidade de mudança.
7. Estou deprimida. Vamos comer! De fato uma coisinha gostosa alivia as mágoas, mas saiba escolher: maneire no açúcar, nos carboidratos e no café. Capriche nos alimentos saudáveis.
8. Preciso de uma solução rápida, agora! Essa emergência só afasta as dietas que realmente funcionam e são possíveis de seguir por muito tempo. Fuja de soluções rápidas demais, difi cilmente elas duram.
9. Bebendo nossa boa forma O consumo de álcool faz o ponteiro da balança elevar de maneira silenciosa. Para dizer o mínimo, aumentamos cerca de 200 calorias quando acompanhamos a refeição com um drink.
10. A dieta do tudo ou nada Os extremos fazem a gente desistir. Reduza as calorias moderadamente, insira os exercícios na sua vida de modo gradativo e não seja tão punitiva quando não alcançar suas metas.
Fonte: Corpo a corpo

Escrito por martarizzi às 11h00 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





66,600k... to voltando!!!
Escrito por martarizzi às 10h55 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Esta Reportagem é TUDO:
Washington, 25 jul (EFE).- A obesidade, considerada uma epidemia nos Estados Unidos, é uma doença contagiosa e se propaga através dos vínculos familiares e sociais, revelou hoje um estudo divulgado pela revista "New England Journal of Medicine".
Quando uma pessoa sobe de peso, aumenta de maneira considerável a possibilidade que seus amigos, irmãos e cônjuges também engordem, segundo os cientistas.
Além disso, quanto mais estreito seja o contato social entre duas pessoas, maiores são as possibilidades de "contraírem" a tendência a engordar.
Dito de outra forma, os cientistas assinalam que se você tem um amigo obeso, as possibilidades de aumentar enormemente de peso aumentam em 57%. Entre os amigos de dois obesos, o efeito é ainda maior e as possibilidades de aumentar de peso sobem em 171%.
Entre os irmãos essas possibilidades sobem em 40%, e entre cônjuges 37%, dizem os cientistas da Escola de Medicina de Harvard e da Universidade da Califórnia.
"O que vemos é que a obesidade de uma pessoa pode influir em outras às quais esteja vinculado, tanto direta como indiretamente", declarou Nicholas Christakis, professor do Departamento de Saúde Pública da Escola de Medicina de Harvard.
Nas três últimas décadas o problema da obesidade entre os adultos americanos aumentou de 15% para 32%.
Além disso, números dos Institutos Nacionais da Saúde (NIH) indicam que 66% dos americanos está acima do peso.
O problema representa uma dura carga financeira para os sistemas de saúde devido à estreita relação que existe entre a obesidade e doenças como o diabetes, os problemas cardiovasculares e até alguns tipos de câncer.
A conclusão sobre o perigo contagioso da obesidade foi extraída de um estudo realizado com 12.067 adultos que durante 32 anos se submeteram a avaliações médicas, incluindo os contatos sociais, seu índice de massa corporal assim como o de familiares, amigos e até vizinhos.
Os cientistas assinalam que um dos maiores efeitos da obesidade entre pessoas do mesmo gênero é que esta parece influir não só no comportamento, mas de maneira um pouco mais sutil, também na das normas.
"O que acontece é que uma pessoa obesa provavelmente altere as normas a respeito do que é adequado quanto à massa corporal. Algumas pessoas pensam que está tudo bem ser gordo se todos os que lhe rodeiam são gordos. Esse tipo de sensibilidade se propaga", segundo Christakis.
James Fowler, cientista da Universidade da Califórnia, manifesta que os efeitos sociais são muito maiores que o que se acreditava até agora.
"Sempre houve um grande esforço por encontrar os genes e os processos físicos responsáveis pela obesidade. Nosso estudo sugere que realmente se deveria atribuir mais tempo para estudar a questão social", acrescentou.
Mas o estudo tem também outra implicação positiva porque se a obesidade é contagiosa, também o é a magreza, segundo os cientistas.
"Quando ajudamos uma pessoa a perder peso, não só a estamos ajudando. Estamos ajudando a muitas outras", segundo Fowler.
"É necessário que os analistas e os políticos tenham isto em conta quando decidam as medidas que tomarão para que nossa sociedade seja mais saudável", acrescentou. EFE
 
fonte: http://br.noticias.yahoo.com/s/25072007/40/entretenimento-estudo-revela-obesidade-doen-contagiosa.html

Escrito por martarizzi às 10h25 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Por que emagrecer?
 
Tenho constatado em meu consultório que muitas pessoas não sabem onde se apoiar para manter
a vontade de emagrecer ou até mesmo para iniciar o emagrecimento
 
 

a vontade de emagrecer ou até mesmo para iniciar o emagrecimento
A pergunta é realmente esta: Por que emagrecer? A mente é preguiçosa e para isso cria hábitos com o intuito de gastar menos energia e menos tempo.
Por isso que tomamos banho da mesma maneira, fazemos o mesmo caminho para o trabalho, comemos da mesma maneira etc.
 
Quando surge a idéia de querer emagrecer ela pensa: Por que mexer nisso?
Com a nova idéia de emagrecer ela terá que criar outra maneira de se alimentar, elaborar novos rituais, isso vai lhe dar muito trabalho. Então o que ela faz? Tenta sabotar a idéia do emagrecimento mentindo para a pessoa.
Lança o pensamento de que o corpo está bom, bonito, que ela trabalhou demais naquele dia e merece comer
um doce ou um salgado fora de hora. Emite também o pensamento de que
a pessoa está cansada e que repouse, prometendo que no dia seguinte ela caminhará em dobro.
Esses pensamentos fazem com que a pessoa acredite que tudo isso
é verdade e confirma as promessas da mente. É isso mesmo, eu mereço comer um
doce agora ou hoje eu descanso e amanhã caminharei em dobro.
A falta de atenção no objetivo afasta a determinação. É necessário então arranjar razões fortes para emagrecer
analisar em que setor de sua vida o emagrecimento será mais útil, ou seja, saúde, vaidade, família, trabalho, financeiro, social, relacionamentos, sexo, vestuário, atividade física, esportes, entre outros.
 
A vontade está dentro de cada um, mas ela tem que ter uma razão bastante forte para ser desencadeada e sustentada. Descubra sua razão e bom emagrecimento.
Dr. José Rui Bianchi

Escrito por martarizzi às 10h03 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Tristeza... 67,5k... tb chovendo em Sampa, férias só de cobertor... Sacanagem.

Ué... que estranho, estou me sentindo TÃO GORDA... e quando vi minha ultima anotação, até que fiquei mais animadinha, são 600 gramas a menos, apesar do cobertor, da pipoca, dos nhoques... Gentem, fiz o nhoque de maionese da Ana Maria Braga, procurem lá... está na pasta da "minha receita é melhor que a sua" . Tudo de bom... mas façam as contas direitinho. No programa da Calorias Inteligentes deu 36Ks + 4 Amarelos, eu posso comer 127 ks por dia e 20 amarelos. aí v põe um molho à bolonhesa conta mais ... e o queijo parmesão... vai contando.. etc.. etc.

Bem, mas o lance é este: não deixar de comer, mas vigiar o que se come e saber parar quando chegamos no limite, certo??

Bjim.


Escrito por martarizzi às 14h20 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Duvidas frequentes sobre os refrigerantes, acesse:

http://www1.uol.com.br/cyberdiet/colunas/060911_nut_10duvidas_refri.htm


Escrito por martarizzi às 18h02 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Boas novas. Fui me pesar na balança da farmácia e deu 900 g. a menos. Ai... to ficando doida. Não vou mais me incomodar com o peso em outras balanças. Peso de hoje: 68,100. Afffffffffff.... fiquei mais animadinha.

PS. Não é bem "da farmácia" mas sim, do departamento médico aqui do serviço. Acho que a balança é aferida com freqüência.

De qualquer maneira, estou notando que como muito. Hoje, quando anotei o cardápio do almoço, deu quase meia página, mas era tudo "light". Assim não vale, não é mesmo??? Ainda que seja light, preciso me policiar e comer menos quantidade. É isso!


Escrito por martarizzi às 16h15 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





AFP

Vejam esta foto, estou me sentindo assim, sendo atropelada pelo meu comportamento.

Fiz avaliação na academia hoje... Estava tão feliz de não ter comido em excesso na ultima semana. Massssss..... engordei, aumentaram minhas medidas e principalmente o índice de gordura. Pode???

Pode sim, andei extrapolando .....  Pelo menos agora o peso da academia está igual ao peso da balança da farmácia.. hehehe

68.900 (Mês passado eu estava com 68.800)


Escrito por martarizzi às 10h44 [   ] [ envie esta mensagem ] [ ]



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 


BRASIL, Centro-Oeste, CRUZEIRO, SETOR SUDOESTE, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Cinema e vídeo, livros









 
 




UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis
site da bem leve
Lu borboleta
panelinha não muito light
Bartira
mel
lia santis
Andreia
dieta dos pontos
Dani
Ca
Thais
Andreza
kelly
Clau
Raquel
Monica
Kátia
Cris


 

 

Dê uma nota para este blog